Nino Cais

 

Há 10 anos, Nino Cais vem construindo um mundo para si. Panelas, xícaras e bules de ágata, escovas, colheres de pau, espátulas e ferramentas para pequenos reparos domésticos são alguns dos objetos que estão à nossa volta, ou melhor, à volta do artista,
e que em seus desenhos, fotografias, vídeos e colagens vão dando vida a esse universo paralelo. Nele, habitam espécies de “seres”, metade pessoas, metade coisas, com seus rostos cobertos por objetos de uso cotidiano. Estes são como indícios de mundo, de um outro mundo, construído a partir da coleção e agrupamento de objetos que reconhecemos não só a forma como também a função e de uma espécie de tentativa de estabelecer uma relação menos automática com eles.

Os trabalhos de Nino Cais sempre nos levam a perguntar, questionar, olhar de novo, travar um novo contato com a realidade. Como é possível sentar nessas cadeiras?
As pás acopladas aos pés de trás de uma delas e aos pés da frente da outra, provocam inclinações que tornam impossível seu uso convencional. Ao mesmo tempo, tanto as cadeiras quanto as pás só se sustentam na posição de frágil estabilidade na qual estão, porque estão juntas. Uma não resistiria sem a outra. Em qual tempo, em qual espaço geográfico é possível que esses seres existam? Forma humana e objetos se misturam, embaralhando a identidade reconhecida de cada um, criando uma nova, indefinida, como se ainda estivesse em processo de (trans)formação.

Fernanda Lopes

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s