Cesar Fujimoto

Parasitas – da série o sonho da casa própria.

O trabalho consiste em uma instalação da série o sonho da casa própria e procura trazer um dialogo com o surgimento de construções desordenadas às “margens”da cidade e suas substituições por “casas padrão”.

O papelão possui por natureza um caráter provisório, contenedor, de algo que serve para “proteger”, separar, organizar. Em Ritos Baldios, apresenta-se também como um parasita que surge e desaparece nos pés das árvores, em lugares úmidos, escuros ou mesmo baldios, dando ênfase ao efêmero, constituindo-se modular com uma padronagem que se repete. Repetição esta de um material ordinário que dá corpo e massa pela sua aglomeração “organizada”, instalada, depositada.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s